quinta-feira, 1 de maio de 2014

De Borboleta

QUE O VENTO ME LEVE
QUE ALMA CIRCULE
QUE CALMA E O CARINHO
SUSTENTEM A PAZ DESSE LADO SEM MURO

QUE O DIA ACELERE
SE HOUVER MOVIMENTO
MEU CORPO SE ENTREGUE
PRA SER INSTRUMENTO DO AMOR QUE SE JURE

DEIXA O VENTO VENTAR
DEIXA DESCARREGAR
QUE ME RODE, ME PUXE,
QUE PRA SER SINCERA
EU PREFIRO SER AR.

DEIXA O VENTO LEVAR
DEIXA VIR PRA SOMAR
QUE EU SAIBA SER DOCE
QUE EU SAIBA SER FORTE

PRA VIDA RODAR