sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Sem poesia por hoje



"Aceitamos o amor que acreditamos merecer"*

Se é assim, para amar...

Há de se confiar em quem se é... Saber de si.

Há de se julgar merecedora de amor.

Não qualquer amor.

Compreender que nem só de amor vive o amor.

Que o sentimento só se alimenta das atitudes que dele brotem.



Que amar o sonho não é amar o outro.


E que amar o outro não haverá de ser um sonho.

E que ser real é bom. E pode ser até feliz.

Não em plenitude... O que seria da vida se houvesse plenitude?







Deixemos para conhecê-la depois de morrermos..Ou nunca...............

Sejamos contentes com os lápsos pois eles são a vida!

Voltar ao amor? Sempre!

Forçar a rima óbvia? Pra quê?

Se na vida ela já vem sem a gente chamar

É... a gente realmente pensa que ser poesia é aceitar sofrer...

A gente realmente pensa que está ruim por que é uma missão a ser cumprida

uma pedra a ser retirada

e com força e fé vai acontecer... E o novo dia nascerá..

Pra ser poesia...



Pra ser sincera...

Ando preferindo ser feliz








*Filme: "As Vantagens de Ser Invisível" -